segunda-feira, 26 de junho de 2017

Pesquisa confirma: golpe foi suicídio para o PSDB

 

247 – O desespero causado pela quarta derrota eleitoral numa disputa presidencial sacramentou a morte eleitoral do PSDB. Depois de perder as eleições presidenciais de 2002 e 2006 para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e as de 2010 e 2014 para a presidente legítima e deposta Dilma Rousseff, os tucanos partiram para o projeto mais irresponsável de sua história: um golpe contra a democracia e contra os brasileiros, em aliança com os setores mais corruptos da política brasileira. Tudo por medo de, em 2018, serem novamente derrotados por Lula.

O resultado é trágico para o PSDB. O líder desse processo, senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), nem é mais inserido nas pesquisas, assim como o senador José Serra (PSDB-SP). Os dois candidatos que restaram, Geraldo Alckmin e João Doria, aparecem em quarto lugar, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de Marina Silva e Jair Bolsonaro.

O mais surpreendente é que os tucanos não entram no segundo turno nem na hipótese de serem bem-sucedidos no "golpe 2.0", que seria a inabilitação de Lula pela via judicial – neste caso, Marina disputaria com Bolsonaro.

Assistindo à morte de seu partido, que se tornou sócio do governo mais corrupto da história do Brasil, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pede agora a renúncia de Michel Temer (leia aqui), enquanto Lula dispara nas pesquisas (leia mais aqui).

Confira, abaixo, todos os cenários do Datafolha:


Fonte:

Avião com 500 kg de cocaína decolou da fazenda de Blairo, ministro de Temer

 

247 - O avião bimotor interceptado pela Força Aérea Brasileira (FAB) nesta quinta-feira (25), carregado com mais de 500 quilos de cocaína, no interior de Goiás, decolou da Fazenda Itamarati Norte, no município de Campo Novo do Parecis (MT) com destino a Santo Antonio Leverger (MT). A fazenda está arrendada ao Grupo Amaggi, de propriedade do ministro da Agricultura e senador licenciado, Blairo Maggi (PP).

O bimotor foi interceptado por um caça A-29 Super Tucano da FAB no âmbito da Operação Ostium, desenvolvida de forma conjunta com a Polícia Federal, visando coibir crimes nas fronteiras do país. A fazenda ocupa uma parrea total de 200,4 mil hectares e divididos em 19 unidades própria da Amaggi e outros 51,9 mil hectares arrendados do grupo Itamarati, pertencente ao empresário Olacyr de Moraes.

O bimotor somente pousou em uma área rural após o caça da FAB disparar um tiro de advertência após o piloto se recusar a cumprir uma ordem de pouso em um aeródromo próximo. O avião pousou em na zona rural do município de Jussara, interior de Goiás. O piloto fugiu do local e até o momento não foi localizado. A droga apreendida no interior da aeronave será encaminhada para a sede da Polícia Federal em Goiânia.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/303176/Avi%C3%A3o-com-500-kg-de-coca%C3%ADna-decolou-da-fazenda-de-Blairo-ministro-de-Temer.htm

Datafolha: Lula lidera em todos os cenários em 2018


247 - Mais uma pesquisa eleitoral mostra a liderança absoluta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2018.

Uma nova pesquisa divulgada nesta segunda mostra que Lula (PT) manteve a liderança, com 29% a 30% das intenções de voto, seguido por Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC).

Bolsonaro registra tendência de alta. Tinha 8% em dezembro de 2016, passou a 14% em abril e agora aparece com 16%, sempre no cenário em que o candidato do PSDB é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

A rejeição ao nome de Alckmin cresceu para 34%.

O ex-ministro do STF Joaquim Barbosa (sem partido) aparece com 11%, em quarto.

Nos cenários testados para eventual segundo turno, Lula ganha de todos os candidatos: Bolsonaro e dos tucanos Alckmin ou João Doria, prefeito de São Paulo, embora o petista empate, dentro da margem de erro, com Marina e com o juiz Sergio Moro, que não é candidato, na margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Quando disputa com Alckmin, o petista fica com 30%, e o tucano, com 8%, em quarto. Embolados em segundo aparecem Bolsonaro, com 16%, e Marina, com 15%.

O cenário com Doria é similar: Lula, na dianteira, tem 30%, Marina e Bolsonaro, 15% cada um, e o prefeito, 10%.

Após escândalo da JBS, instituto de pesquisa não se deu nem ao trabalho de incluir Aécio Neves (PSDB-MG) e Michel Temer (PMDB) na lista de presidenciáveis.

As informações são de reportagem de José Marques e Thais Bilenky na Folha de S.Paulo.

 

Fonte:  https://www.brasil247.com/pt/247/poder/303089/Datafolha-Lula-lidera-em-todos-os-cen%C3%A1rios-em-2018.htm

Janot diz ter certeza de que Temer é corrupto

 

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ainda não revelou o conteúdo de sua denúncia contra Michel Temer, mas seu despacho em um parecer enviado ao STF (Supremo Tribunal Federal) para pedir a manutenção da prisão do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB) já dá uma prévia do que vem por aí.

No documento de 93 páginas, Janot diz que não há dúvidas de que Temer cometeu crimes de corrupção.

O procurador-geral da República diz que é cristalina a atuação conjunta de Loures e do peemedebista nos crimes descritos nas delações da JBS.

Janot deve apresentar denúncia contra Temer até amanhã. Este será o primeiro passo para que o peemedebista possa se tornar réu.

As informações são de reportagem de André Souza em O Globo.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/303090/Janot-diz-ter-certeza-de-que-Temer-%C3%A9-corrupto.htm

PT: condenação de Lula teria como único objetivo afastá-lo das eleições


Foto: Ricardo Stuckert

247 - O Partido dos Trabalhadores divulgou nota nesta segunda-feira, 26, com duras críticas aos boatos disseminados na imprensa sobre suposta condenação do ex-presidente pelo juiz federal Sérgio Moro no âmbito da ação penal sobre o "triplex do Guarujá".

"Os boatos causaram indignação na militância petista e em todos os segmentos da sociedade brasileira preocupados com a manutenção da Justiça e do Estado Democrático de Direito em nosso país. Frente a esse momento grave da história do Brasil, a Direção Nacional do PT informa que acompanha atentamente a evolução desse processo judicial, na certeza que não existe nenhuma possibilidade de sentença justa que não seja a absolvição do ex-presidente", diz o PT.

Segundo o partido presidido pela senadora Gleisi Hoffmann, uma hipotética condenação de Lula teria como único objetivo afastá-lo das eleições de 2018, "o que é absolutamente inaceitável". "Sem Lula, as eleições presidenciais não terão legitimidade e não passarão de uma fraude contra o povo brasileiro", diz o PT.

Leia na íntegra a nota do PT:

"LULA É INOCENTE
O Partido dos Trabalhadores vem a público se manifestar sobre matérias publicadas pela imprensa no final de semana, referentes à suposta condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do tríplex do Guarujá. Os boatos causaram indignação na militância petista e em todos os segmentos da sociedade brasileira preocupados com a manutenção da Justiça e do Estado Democrático de Direito em nosso país.
Frente a esse momento grave da história do Brasil, a Direção Nacional do PT informa que acompanha atentamente a evolução desse processo judicial, na certeza que não existe nenhuma possibilidade de sentença justa que não seja a absolvição do ex-presidente.
Frente à inexistência absoluta de provas que possam embasar as denúncias contra Lula, nossa militância segue atenta e mobilizada para, junto com outros setores da sociedade brasileira, dar a resposta adequada para qualquer sentença que não seja a absolvição completa e irrestrita de Lula. Não aceitaremos vereditos baseados em indícios falsos e especulações partidarizadas, conforme possibilidade que já vem sendo aventada pela imprensa, e que contrariem até documentos oficiais de órgãos públicos que atestam que o ex-presidente nunca foi proprietário de tal imóvel.
No momento em que avançam no Congresso Nacional propostas contra os trabalhadores e o povo brasileiro, e políticos conservadores são inocentados e preservados e que bandidos são soltos para viverem nababescamente no exterior, condenar Lula, o maior líder popular na nossa história, significaria desferir um golpe mortal contra a justiça e a democracia do Brasil.
Uma hipotética condenação de Lula teria como único objetivo afastá-lo das eleições de 2018, o que é absolutamente inaceitável. Sem Lula, as eleições presidenciais não terão legitimidade e não passarão de uma fraude contra o povo brasileiro.
Viva a Democracia!
Viva o presidente Lula!"

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/303188/PT-condena%C3%A7%C3%A3o-de-Lula-teria-como-%C3%BAnico-objetivo-afast%C3%A1-lo-das-elei%C3%A7%C3%B5es.htm

Guimarães: “O povo tem saudade de Lula, pois foi um governo bom para todos”


Ceará 247 - "O povo tem saudade do ex-presidente Lula, pois foi um governo bom para todos os brasileiros. Todos ganharam. Uma eleição sem a maior liderança política do Brasil é um golpe na democracia", comentou o deputado federal José Guimarães (PT-CE), sobre a nova pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda (26).

O levantamento aponta Lula como favorito para as eleições de 2018, variando entre 29% e 30% nas projeções, que indicam também vitória no segundo turno.

Lula é seguido por Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC). Em empate técnico, eles registram 15% e 16%, respectivamente. Neste cenário, o tucano Geraldo Alckmin figura com apenas 8%. O prefeito de São Paulo, João Doria, tem 10% das intenções de voto na simulação em que ele é o candidato do PSDB.

O Datafolha revelou ainda que, em eventual segundo turno, o ex-presidente venceria Bolsonaro, Alckmin e Doria.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/ceara247/303198/Guimar%C3%A3es-%E2%80%9CO-povo-tem-saudade-de-Lula-pois-foi-um-governo-bom-para-todos%E2%80%9D.htm

Amigo de Temer tem contratos de R$ 295 milhões com estatais

 

247 - Empresa do coronel aposentado da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, amigo de Michel Temer Empresa do coronel foi contratada de forma direta ou indireta para contratos que somam ao menos R$ 295 milhões.

Segundo levantamento feito pela Folha de S. Paulo, entre os contratos da Argeplan Arquitetura está um com a estatal Valec relacionado a obras da ferrovia Leste-Oeste. Até o momento, segundo a Valec, foram pagos R$ 50,1 milhões em decorrência do contrato, que deve alcançar um "valor total reajustado" de R$ 74 milhões. A participação da Argeplan no consórcio é de 22%, o que representaria um recebimento pela empresa do coronel de R$ 11 milhões.

Segundo a assessoria da Valec, o contrato está paralisado "devido à rescisão do contrato de construção" da obra, uma "decisão unilateral da Valec devido ao descumprimento das obrigações contratuais do consórcio Andrade Gutierrez/Barbosa Melo". Com isso, houve a suspensão dos pagamentos ao consórcio da Argeplan.

Na Operação Patmos, em 18 de maio, a PF encontrou na sede da Argeplan documentos, incluindo um recibo de materiais para construção, que vinculam a empresa de Lima a uma reforma na casa de uma das filhas de Temer, Maristela. A PF investiga se o coronel pagou despesas pessoais de Temer ou da família.

Confira os contratos da Argeplan Arquitetura com o governo federal, em levantamento feito pela Folha:

Órgão: Eletronuclear
Obra contratada: Projetos eletromecânicos da usina nuclear Angra 3 (paralisada)
Consórcio: Consórcio Falcão Bauer-Ceppla-Argeplan
Ano da assinatura: 2012
Valor: R$ 162 milhões
*

Órgão: Valec
Obra contratada: Supervisão das obras do lote 04F da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (paralisada)
Consórcio: Consórcio Azul: empresas Consladel Construtora e Laços e Detetores e Eletrônica Ltda., Sinalta Propista Sinalização e Segurança e Comunicação Visual Ltda., Tekhnites
Ano da assinatura: 2010
Valor: R$ 74 milhões
*

Órgão: Metrô (SP)
Obra contratada: Serviços de comunicação visual para 23 estações e 6 terminais urbanos da Linha 1-Azul
Consórcio: Consultores Associados Ltda. e Argeplan
Ano da assinatura: 2009
Valor: R$ 16,1 milhões
*

Órgão: Dersa (SP)
Obra contratada: Fiscalização, supervisão e acompanhamento de obras do trecho norte do Rodoanel
Consórcio: Consórcio SEA: Argeplan, Sondotécnica e Encibra
Ano da assinatura: 2013
Valor: R$ 36,8 milhões
*

Órgão: DNIT
Obra contratada: Projetos para a construção de ponte e acessos na BR-153, em Xambioá (TO)
Consórcio: Consórcio Maia Melo-Enescil-Argeplan
Ano da assinatura: 2011
Valor: R$ 2,8 milhões
*

Órgão: DNIT
Obra contratada: Projetos para a Construção de ponte sobre o rio Xingu, na BR-230, no PA
Consórcios: Consórcio Enescil-Maia Melo-Argeplan e Consórcio Falcão Bauer-Ceppla-Argeplan
Ano da assinatura: 2010
Valor: 3,4 milhões

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/sp247/303183/Amigo-de-Temer-tem-contratos-de-R$-295-milh%C3%B5es-com-estatais.htm

Reinaldo culpa direita xucra por morte do PSDB no Datafolha

 

247 – "Chupa que é de uva, direita xucra", diz Reinaldo Azevedo, ao comentar o resultado trágico do Datafolha para o PSDB, que não passa para o segundo turno nem sem Lula na disputa.

Confira, abaixo, sua análise:

Por Reinaldo Azevedo

Ah, ora vejam! Luiz Inácio Lula da Silva, ninguém menos, lidera, e com folga, todos os cenários da disputa presidencial no primeiro turno em que seu nome aparece. Venceria três opositores em simulações de segundo e empataria com dois. Agora, uma digressão.

Poucas pessoas entenderam a máxima do “Humanitismo”, a filosofia do maluco-beleza Quincas Borba, personagem de Machado de Assis que aparece no romance de mesmo nome, de 1892, e, antes, em 1881, em “Memórias Póstumas de Brás Cubas”. A divisa era esta: “Ao vencedor, as batatas”.

Não há aí nenhuma ironia. O próprio Quincas destrincha o sentido no segundo livro citado. Ele explica:
“O homem só comemora e ama o que lhe é aprazível ou vantajoso, e pelo motivo racional de que nenhuma pessoa canoniza uma ação que virtualmente a destrói. Ao vencido, ódio ou compaixão; ao vencedor, as batatas”.

A batata, pois, é mesmo o prêmio que recebe o mais apto. O derrotado fica à mercê do outro.

Mas há algo de que o Humanitismo de Quincas Borba não tratou. O que fazer, afinal de contas, com as batatas? Se o vencedor ignora a utilidade do prêmio ou do galardão, é bem possível que o inimigo recupere as suas forças. Assim agiram os grupos antipetistas depois que ganharam as batatas, derrotando os petistas na luta pró-impeachment. Caíram no colo de Rodrigo Janot, Deltan Dallagnol, Carlos Fernando e outros fanáticos da operação que agora chamo “Guilhotina a Jato”.

Neste domingo, a “Folha” publicou números do Datafolha indicando que o PT voltou a ser, disparado, o partido preferido dos brasileiros, ainda que a maioria não aprecie nenhum. Dizem simpatizar com a legenda 18% dos entrevistados. De 1999 a 2015, a agremiação ficou na liderança, empatando, então, com o PSDB, em 11% a 9%. Dois anos depois, os petistas recuperaram parte considerável do seu prestígio — ainda longe dos 29% do auge —, e os tucanos caíram para 5%, junto com o PMDB.

Janot, Dallagnol, Carlos Fernando e a direita xucra estão de parabéns! Como sabem, sempre elogiei o que há de bom na Lava Jato. E criticava e critico o que não é. Entre os defeitos, estão a politização excessiva do MPF e a falácia de que todos são igualmente criminosos. No dia 17 de fevereiro, escrevi na Folha: “A degeneração da Lava Jato, com apoio da direita, ressuscita Lula”. E de forma direta: “Se todos são mesmo iguais, então Lula é melhor”.

Nesta segunda, o jornal traz a pesquisa eleitoral realizada entre os dias 21 e 23 deste mês. A depender do cenário, Lula marca 29% ou 30%, o que corresponde sempre ao dobro dos segundos colocados: Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC), estão empatados: em dois cenários, ambos têm 15%; em outro, ele aparece com 16%, e ela com 15%; num quarto, a redista fica com 15%, e o candidato do PSC, com 13%.

Se vocês querem o retrato acabado da grande obra de Janot e seus menudos do fanatismo, basta dizer que, nesta simulação, só os nomes dos tucanos Geraldo Alckmin e João Dória são testados. Aécio Neves, que a Guilhotina a Jato fez descer aos infernos, sumiu da lista. Não é mesmo impressionante? Ninguém menos do que Lula, o Grande Babalorixá do partido que comandou o maior assalto aos cofres públicos da história, aparece como favorito. O presidente afastado da maior legenda que se opôs ao PT nem pré-candidato pode ser.

Nas simulações de segundo turno, Lula venceria Alckmin (45% a 32%), Dória (45% a 34%) e Bolsonaro (45% a 32%). Empataria com Marina, em 40%, e com Sérgio Moro (44% para o juiz a 42%). A candidata da Rede venceria Bolsonaro (49% a 27%). Alckmin surge empatado, mas com número maior, no confronto com Ciro Gomes (PDT): 34% a 31%. E o pedetista fica numericamente à frente de Dória: 34% a 32%. Sempre na margem de erro: dois pontos para mais ou para menos.

Mas Lula vai ser candidato? Se Janot, as esquerdas, a extrema direita, parte do tucanato e a Globo forem bem-sucedidos, a resposta é “sim”. Temer cairia agora, e a antecipação de eleições acabaria se impondo, ainda que contra a Constituição. E o petista teria grandes chances de ser eleito. A rua rejeição, que é grande — 46% —, tenderia a diminuir com a campanha. E se o pleito se der em 2018 e ele já tiver sido condenado em segunda instância? Bem, a simulação que atende a essa realidade é de número 8 do Datafolha: Marina aparece com 27%; Bolsonaro, com 18%; João Dória, com 14%; Ciro Gomes, com 12%. Não se testou o nome de Alckmin nessa formulação.

Numa eleição sem Lula, para onde migra seu eleitorado? Acho que o grosso tenderia para Marina Silva e Ciro Gomes. O que vocês querem que eu diga? Segundo turno com Marina e Bolsonaro ou Marina e Ciro? Alguém tem aí, em lugar disso, uma injeção no olho?

Sim, meus caros, é muito cedo. Mas já dá para ver o que os desmandos da Guilhotina a Jato estão a fazer com o país. Antevi isso antes de todo mundo. Paguei caro por isso. Mas jamais me arrependi. Não posso me arrepender de ter razão, não é mesmo?

Par constar: a inclusão dos nomes de Joaquim Barbosa e Sérgio Moro entre os candidatos desperta algum interesse para a gente saber como a população os vê, mas não faz o menor sentido do ponto de vista prático. Eles não serão candidatos.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/303106/Reinaldo-culpa-direita-xucra-por-morte-do-PSDB-no-Datafolha.htm

Barroso rebate Gilmar: Brasil não vive 'estado policial'


247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso rebateu o também ministro da Corte Gilmar Mendes que na semana passada afirmou que o Brasil vive um "estado policial". No julgamento da validade das delações da JBS, Barroso e Gilmar trocaram farpas sobre o assunto.

"Um procurador-geral da República (Rodrigo Janot) que é procurado por alguém que traz a ele informações e provas de delitos cometidos pelas mais altas autoridades da República, possivelmente nos três poderes, e decide investigar e apura que as informações eram verdadeiras, que as malas de dinheiro de fato circulavam e, portanto, instaura inquérito. Alguém acha que isso é abuso do Ministério Público ou que ele está cumprindo seu dever?", disse Barroso durante um evento em São Paulo.

Segundo ele, as reações contrárias as investigações que têm resultado na condenação de grandes empresários e políticos se devem ao fato de que o País não estava habituado a punir "ricos delinquentes". "Estado que pune empresário que ganha licitação porque pagou propina não é Estado policial, é Estado de Justiça [...] O que não estávamos acostumados era com um direito penal igualitário, capaz de punir pobres e ricos. O direito penal ficou mais duro", assegurou.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/303172/Barroso-rebate-Gilmar-Brasil-n%C3%A3o-vive-'estado-policial'.htm

Noblat: PSDB espera ordem dos patrões para decidir o que fazer com Temer

 

247 - O jornalista Ricardo Noblat bateu duro nesta segunda-feira, 26, em Michel Temer e no PSDB, depois das pesquisas divulgadas pelo Datafolha que apontam que Temer é o mais rejeitado em 28 anos, com uma aprovação de apenas 7%. 83% dos brasileiros consideram, como a Polícia Federal, consideram Temer um corrupto.

Noblat destaca que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar nesta segunda-feira ou terça-feira, 27, a primeira de três denúncias contra o peemedebista. "Temer entrará para a História por ter sido o primeiro presidente da República investigado e denunciado por corrupção. Para salvar-se, se agarrará a um Congresso povoado de bandidos", diz Noblat.

Com a rejeição altíssima de Temer, Ricardo Noblat reconheceu que a solução está em eleições gerais. Mas só em 2018. "Por ora, políticos e partidos ainda preferem manter Temer onde está - o PT, por exemplo, para que a crise se aprofunde e ele possa se recuperar. Quanto ao PSDB, o partido mais atrelado aos interesses dos grandes grupos econômicos e financeiros espera a ordem dos patrões para decidir o que fazer", afirma.

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/303116/Noblat-PSDB-espera-ordem-dos-patr%C3%B5es-para-decidir-o-que-fazer-com-Temer.htm